Inventário Florestal começa levantamento no Cerrado

 

Cerrado desaparecendo

Com a crescente pressão para a abertura de novas áreas para a produção de carne e grãos; o Cerrado é o bioma brasileiro que mais sofreu alterações com a ocupação humana, atrás apenas da Mata Atlântica. Estima-se que 20% das espécies nativas e endêmicas já não ocorram em áreas protegidas. Também estima-se que pelo menos 137 espécies de animais da região estejam ameaçadas de extinção.

Inventário

Conhecer as condições das florestas existentes é fundamental para adotar políticas efetivas de recuperação e conservação dos seus recursos. A partir deste mês, o IFN (Inventário Florestal Nacional); começou a coleta de dados em campo em quatro dos 11 estados com ocorrência do bioma; Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, abrangendo uma área de 70,3 milhões de hectares (34%) de Cerrado.

Procedimentos

O trabalho em campo envolverá cerca de 100 profissionais. Entre eles, engenheiros florestais, agrônomos, biólogos, mateiros, entre outros, e deve ser concluído no início de 2018. O objetivo é conhecer não só a quantidade dos recursos florestais; mas também o estado de conservação e a biodiversidade das florestas.

Post anterior

WWF lança concurso para restauração florestal

Próximo post

Ferramenta: Dicionário multilíngue

Diego

Diego

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *